Ref. Buscas de João Leonardo da Silva Rocha



Entre os dias 28/08/2017 e 01/09/2017, no cemitério de Palmas do Monte Alto/BA, foi georreferenciada uma região que possuía aproximadamente 05 (cinco) sepulturas e realizada a diligência de exumação para a retirada de ossadas possivelmente pertencentes a João Leonardo da Silva Rocha, como uma das etapas de busca e identificação do desaparecido político. A missão contou com a participação de familiares de pessoas inumadas nessas sepulturas, bem como com o apoio das autoridades locais. O familiar de João Leonardo, o Sr. Mário Rocha, acompanhou pessoalmente a equipe, custeado pela CEMDP/SNC/MDH.


A sepultura foi reconstruída com acompanhamento da família e a CEMDP instalou uma lápide para a identificação do local com o seguinte texto: A Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos-CEMDP, nos termos da Lei 9.140/95, efetuou neste local, no período de 29 a 31/08/2017, diligências para tentativa de localização dos restos mortais do seguinte desaparecido político: JOÃO LEONARDO DA SILVA ROCHA Nascido em 04 de agosto de 1939, Salvador/BA, foi morto em razão de suas atividades políticas em junho de 1975, na cidade de Palmas de Monte Alto/BA  e, segundo testemunhas, foi enterrado neste Cemitério. APOIO: Ministério dos Direitos Humanos e Prefeitura Municipal de Palmas de Monte Alto/BA.

Os remanescentes ósseos foram armazenados no IML de Salvador/BA e a Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos (CEMDP), reunida em sua  75ª Reunião Ordinária deliberou sobre a necessidade de se proceder à  análise pericial no cumprimento dos protocolos de identificação, a qual foi realizada pela colaboradora e arqueóloga, Mariana Inglez, entre os dias 26 e 27 de abril de 2018. A atividade teve apoio da Procuradoria da República em Guanambi/BA, do IML do Estado da Bahia, e da SENASP, cujo representante, Dr. Samuel Ferreira, coordenou os trabalhos dos demais peritos.Aguarda-se laudo e definição até o mês de junho sobre a necessidade de se realizar nova diligência em Palmas do Monte Alto antes de enviar os remanescentes encontrados para exames de DNA.

Comentários